Dicas! Quais os cuidados que você deve ter com sua mala?

Cuidados com a mala. Dicas

Dicas! Quais os cuidados que você deve ter com sua mala antes, durante e após o embarque? Você despacha aquela mala novinha que comprou antes da viagem e horas depois, quando vai pegar no carrossel ou a mala não chega ou chega toda irreconhecível. Tem  coisa pior que viajar e ter uma mala extraviada ou danificada?

Eu já enfrentei diversos problemas por conta de mala danificada durante e no final da viagem. Com a American Airlines em minha viagem para Londres, com a SAS em uma viagem dentro da Escandinávia e também pela Copa Airlines na viagem para o Canadá. Nesses casos, dois deles resolvidos de forma satisfatória, pós-viagem (American Airlines e Copa Airlines) por que eu segui as dicas de cuidados com a minha mala.

Sabemos que muitas vezes a culpa é da companhia aérea, mas vale a pena tomarmos algumas medidas para evitar problemas e tomarmos todos os cuidados com a mala. Seguem minhas dicas para os cuidados com a mala:

ANTES DE VIAJAR

  • 1 – ESCOLHA DA MALA

Eu já comprei diversas malas, que como comentei, foram danificadas em viagem. Na ultima vez, após receber a indenização da Copa Airlines, fui comprar uma mala nova. Ao escolher na loja, conversando com uma vendedora, ela me explicou que quanto mais rígida, menos adaptável ela é a pressão, podendo rachar ou quebrar devido ao manuseio dela no avião. Não sei se isso é verdade, comprei a que ela me indicou, vou fazer o teste na próxima viagem.

  • 2 – COLOQUE UM DETALHE NELA

Com certeza é uma forma de diferenciar a mala, principalmente se ela for preta. Mesmo escolhendo cores diferentes, certamente podem encontrar malas parecidas. Pode ser fitas, adesivos, laços, entre outros. Eu já comprei mala amarela, rosa, azul clara com flores, mas mesmo sendo de cores diferentes, sempre procuro colocar fitas coloridas na alça dela.

  • 3 – TAGS INTERNA E EXTERNA

São aquelas etiquetas com informações de seu contato. Uma das minhas dicas é colocar uma TAG do lado de fora da mala e outra do lado de dentro. Digo isso, porque na última viagem, como eles quebraram a alça, a TAG externa se perdeu, sobrando somente a TAG interna. Coloco sempre o meu telefone WhatsApp (com o número DDI e DDD), o endereço do local onde ficarei nos primeiros dias e meu endereço residencial.

  • 4 – EMBRULHAR, COLOCAR CAPA DE PROTEÇÃO E/OU GRAVATA ZIP.

Nos aeroportos há sempre uma estação de serviço de embalagem de bagagem (Secure Wrap). O filme plástico, sem dúvida, a protege de arranhões e de possíveis quebras, mas é bom lembrar que se os agentes precisarem inspecionar o conteúdo dela, eles têm esse direito. Irão rasgar e não embalarão de volta. Particularmente eu não gosto de embrulhar a minha mala, pois dá um trabalho enorme ter que desembrulhar a mala para verificação na alfandega do local, caso eles peçam para você abri-la.

Há uma opção de comprar aquelas “capas de proteção”. Há uma grande variedade de produtos para escolher, desde um plástico transparente ou até tecidos estampados. Todos com recortes nos locais adequados e protegidos com velcro. A outra opção é colocar uma gravata zip, um cinto, um barbante, uma corda, qualquer coisa para proteger a bagagem. Particularmente nunca usei nenhum dos dois e não sei se como eles fazem, caso também precisem abrir a mala para inspeção. Acredito que eles possam cortá-lo se houver a necessidade.

  • 5 – CADEADO TSA

Antigamente tinha o hábito de colocar o cadeado no zíper, mas já tive cadeados quebrados por conta disso. Então comecei a comprar malas que já vem com a trava na bagagem. A trava TSA pode ser aberta e trancada após o despacho da bagagem, sem que eles quebrem os cadeados. Além da trava também tenho por hábito comprar os próprios cadeados TSA em malas menores que utilizo como mala de mão.

DURANTE DE VIAJAR

  • 6 -DESPACHAR A MALA COM ANTECEDÊNCIA

Um dos hábitos que sempre tenho é despachar as malas com antecedência, afinal penso que se eu chegar em cima da hora, pode não dar tempo dela chegar ao avião.

  • 7 – RASTREAMENTO DE BAGAGEM

Há uma opção de comprar um dispositivo movido a GPS e colocar na bagagem para o acompanhamento dela. Porém, algumas companhias aéreas têm restringido isso porque há um risco de superaquecimento das baterias. Eu particularmente nunca fiz isso para saber se é legal.

  • 8 – ADESIVO FRÁGIL

Sempre que viajo tenho hábito de, na hora do check-in, dizer que há algo frágil e/ou quebrável, solicitando um adesivo “frágil” para ser colocado na mala. Isso não é garantia que nada acontecerá com ela, mas eu imagino que eles terão mais cuidado na hora da condução delas para o avião.

  • 9 – FOTOGRAFE A MALA NO MOMENTO DO EMBARQUE

Um dos hábitos que eu tenho é sempre fotografar o conteúdo da minha mala por dentro e também ela por fora, tanto em minha casa ou no hotel, como no momento do despacho para provar que ela sofreu algum dano durante o voo, exemplo: rodinhas, alças, cadeados ou material da mala. Além de fotografar tenho o hábito de listar o que eu despachei para o caso de algum problema. Justamente por esse habito que eu consegui várias vezes, ter reembolso em dinheiro ou uma mala nova de ressarcimento.

  • 10 – LEVAR ALGUMAS COISAS NA MALA DE MÃO

Nunca tive problemas de malas extraviadas, mas já tive conexão longa de um dia para o outro, por isso sempre levo na mala de mão algumas roupas, além dos itens de valor e dos eletrônicos que nunca despacho na bagagem.

  • 11 – LEVAR UMA FITA ADESIVA

Um dos segredos também é levar uma fita adesiva para tentar consertar os danos causados na mala durante a viagem, como por exemplo, um zíper quebrado ou um buraco. Os remendos não são ideais, mas pelo menos dá para continuar a viagem, em curto prazo.

Minha mala em uma viagem na Noruega. Foi facilmente remendada com Silver Tape
  • 12 – CHECAGEM JUNTO AO AGENTE

Se a sua mala chegar a um carrossel de forma esquisita, faltando algo, aberta ou danificada, já chame um oficial de segurança e diga a ele que você quer que alguém cheque ela contigo, podendo evitar assim, qualquer tipo de contrabando plantado em sua mala. Além disso, também preencha o formulário que dão sobre mala danificada que servirá para você solicitar as indenizações junto à companhia. Eu fiz isso quando cheguei a Londres, afinal minha mala estava totalmente aberta, com cadeado faltando e rodas quebradas. Eles anotaram tudo e na volta me deram uma mala nova como ressarcimento.

ATENÇÃO

Mesmo com tudo isso, não há como prever se iremos ter problemas graves durante a viagem com as malas, portanto, sempre contrate um SEGURO DE VIAGEM que contemple problemas com as bagagens. Não se esqueça de que uma bagagem perdida é um inconveniente muito grande e pode ser bem cara para substituir o conteúdo. Leia toda a descrição da política e antes de fechar, tire todas as suas dúvidas.

Para cotar seu Seguro Viagem clique aqui

E com todas as dicas para os cuidados com a mala e passos realizados, tenha uma ótima viagem!!!

Um comentário sobre “Dicas! Quais os cuidados que você deve ter com sua mala?

Deixe uma resposta