Um lindo passeio por Keukenhof: Os Jardins de Flores da Holanda

KEUKENHOF, também conhecido como o Jardim da Europa, está situado em Lisse, na Holanda.  É considerado o maior parque de jardins de flores do mundo e também é o mais visitado da Holanda, com cerca de 700.000 visitantes todo ano. Endereço: Stationsweg, 166a, 2161, Lisse, Holanda.

O espaço onde o parque está, fazia parte do Castelo de Teylingean e os terrenos eram usados principalmente para caça. No entanto, a condessa Jacaba Van Beieren adicionou um pequeno jardim de ervas perto da cozinha. É por isso que a área recebeu o nome de Keukenhof, que significa “horta da cozinha”.

Após a morte da condessa Jacoba van Beieren em 1436, a propriedade passou por diversas famílias até chegar ao Barão e a Baronesa Van Pallandt. Eles pediram aos arquitetos paisagistas Jan David Zocher e seu filho Louis Paul Zocher, que também arquitetaram o Vondelpark em Amsterdam, redesenhassem os jardins do castelo em 1857.

Com o passar do tempo, os jardins foram comprados pela cidade e em 1949, o prefeito de Lisse decidiu abri-los para o público.

A tulipa é a principal característica do parque. Originalmente a tulipa era cultivada no Império Otomano (atual Turquia) e foi levada pela primeira vez para Europa no século XVI e ficou muito popular na Holanda.

Como chegar:
Do centro de Amsterdã, pegar na Museumplein o ônibus Conexxion 197 ou o interliner 370 até o Aeroporto de Schiphol. Seguir as indicações para plataforma de ônibus Keukenhof Express no Schiphol Plaza. O ônibus leva em torno de 20 a 30 minutos para chegar e para bem em frente ao parque.

O parque Keukenhof abre todos os anos no final de março e vai até meados de maio. A bilheteria está aberta das 08h00 as 18h00, porém o parque fica aberto até as 19h30.

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente no site da Keukenhof, ou também podem ser adquiridos na plataforma. Eu adquiri o ingresso combinado que incluiu o transporte ida e volta e a entrada do parque.

 

Cada ano o jardim tem um tema diferente e em 2014, quando eu visitei, o Keukenhof homenageou a Holanda. O mosaico de flores mostrou uma típica cena do canal de Amsterdã, com uma tulipa gigante para simbolizar a mania de tulipas do século XVI.

https://www.travelbabyamsterdam.com/family-friendly-activities-amsterdam-skip-line-keukenhof/

Uma dica é pegar um mapa do parque, que é gratuito e está disponível na entrada do parque, afinal o lugar é enorme, com cerca de 89 acres. Além do mapa, também há um livreto sobre o parque, que contém informações gerais sobre o tema do ano e também com as explicações de como os bulbos são cuidados e plantados.

O parque tem muitas regras e regulamentos. Basicamente você pode andar pelo parque, olhar as flores e tirar lindas fotos, mas não tem permissão de andar na grama.

Como o parque é muito turístico, podemos encontrar todos os tipos de detalhes típicos holandeses, como os tradicionais tamancos de madeira ou a vaca com queijo holandês.

A variedade de flores e cores em Keukenhof é impressionante. Há cerca de 7 milhões de tulipas e mais de 700 outras espécies, como: jacintos, narcisos, orquídeas, entre outras.

Todas flores são apresentadas com o nome da tulipa e de seu fornecedor. Fui visitando o parque e vendo todas os nomes.

Para os casais existem o jardim do amor. Um espaço super bonitinho para uma linda proposta de casamento, não acham?

Esse coração (foto abaixo) era feito de fitas, cada visitante podia retirar uma fita e escrever o seu amor por alguém e colocando de volta no coração para eternizar seu amor. Como não tinha nenhum amor, deixei meu recado à todos os amigos e familiares: “Eu sempre amarei vocês”.

Além das flores, outra atração do parque é o Moinho de Vento que foi construído em 1892 e originalmente ficava na cidade de Groningen. Em 1957 foi realocado no Keukenhof e ainda funciona. Atrás do moinho fica a saída para os passeios de barco pelo canal. Eu não fiz.

Há possibilidade de entrar nele e lá de cima ter uma linda vista dos campos de tulipas que cercam o parque, mas prepare-se para uma longa fila.

Há também diversos pavilhões ao longo dos jardins com diferentes exibições de flores internas e demonstrações de arranjos de flores. Dentre todos, destaco três que mais gostei:

Pavilhão Beatrix
Com 1000 metros quadrados, é dedicado especificamente para as orquídeas.

Pavilhão Willem Alexander
Todo em vidro, com 6.000 metros quadrados, os visitantes podem admirar mais de 300 variedades diferentes de flores de todo tipo.

Pavilhão Oranje Nassau
Ele demonstra como os bulbos de flores podem ser aplicados em diferentes estilos de ambientes, do clássico ao moderno. Há também vários arranjadores que criam buquês na hora.

Para quem passa o dia no parque, podem ser encontrados vários restaurantes locais e quiosques de comida. Eu confesso que não comi lá, porque iria viajar para Delft no mesmo dia, mas dizem que os preços são “bem salgadinhos”. Além dos restaurantes, também estão as lojas de souvenires onde podemos levar várias lembrancinhas.

A área em torno ao parque é um ótimo lugar para encontrar os campos de tulipa. Se você tem interesse de ver apenas os campos, não necessariamente precisa entrar no parque, mas eu particularmente, super recomendo a visita, pois é realmente encantador.

As plantas são cuidadosamente selecionadas para que os visitantes possam desfrutar de belas paisagens.

Dicas:
– Ir com sapato bem confortável, pois vai ter muito para andar e explorar pelo parque.
– Chegar bem cedo para não enfrentar as longas filas.

Fiz um vídeo com algumas fotos que tirei no parque.

Fonte: 
https://en.wikipedia.org/wiki/Keukenhof

Anúncios

Roteiro de um dia em Delft, a charmosa cidade medieval holandesa

Delft é uma linda cidade localizada ha Holanda, há 15 minutos de Roterdã e apenas 1 hora de Amsterdã. Uma cidade de história e cultura maravilhosamente preservadas que vale a pena visitar. O nome Delft vem de “buraco”, pois a cidade está abaixo do nível do mar.
Continuar lendo