Passeio de 1 dia em Bled, na Eslovênia

Bled é uma cidade bem pequena, que fica situada ao noroeste da Eslovênia, apenas 52 km da capital Liubliana.  É conhecida pelo seu icônico Lago Bled.

COMO CHEGAR

Eu peguei um ônibus de Liubliana em direção a Bled Jezero. A estação rodoviária de Liubliana (Avtobusna Postaja) fica ao lado da estação de trem, na Trg Osvobodilne fronte 4. Eu comprei a passagem na hora, mas há opção de comprar pelo site.

O trajeto demorou em torno de 1 hora e meia e custou 14,50 euros (ida e volta), me deixando bem pertinho do castelo e do lago.

https://www.24ur.com/novice/slovenija/avtobusna-postaja-na-vilharjevo.html(modal:p/image/60442652)

O QUE FAZER

Um dia em Bled é tempo suficiente para ver todos os pontos turísticos, mas se decidir passar uma noite lá, com certeza vai aproveitar o máximo. Eu fiquei realmente um dia, não pernoitei na cidade.

Assim que desembarquei do ônibus, resolvi dar uma volta para conhecer a região e logo me deparei com o ponto turístico mais famoso da cidade.

LAGO BLED

O lago em sim tem 2 km por 1,4 de largura e 30 metros de profundidade. Ele é facilmente acessível a pé e a caminhada de 6 km ao redor dele, pelas trilhas pavimentadas e de cascalhos, é realmente, imperdível. É a orla mais charmosa dos Balcãs, com certeza.

No verão a temperatura da água da superfície atinge 25ºC, o que é adequado para nadar, mas no inverno , se o lago congela é usado para patinação no gelo.

É bem legal fazer essa caminhada com calma, apreciando a beleza e tirando várias fotos.  Ao redor do lago há vilas do século XIX, além de um maravilhoso dossel de árvores.

ILHA DE BLED

A ilha é famosa não apenas pela sua beleza, mas também porque é a única ilha eslovena. A melhor maneira de chegar lá é através de um barco tradicional de Pletna (um barco tradicional feito de madeira, similar a uma gôndula). Eu acabei não indo, porque como era baixa temporada, não havia passeios para lá e nem aluguel de barcos particulares.

Chegando lá há uma escada com 99 degraus que levam aos poucos edifícios da ilha. A escada é do século XVII e foi preservada como o restante dos edifícios de lá. Uma das tradições locais nos casamentos é que o marido conduza a noiva pelos 99 degraus e que a noiva permaneça calada durante o percurso, para que seu casamento seja feliz.

IGREJA DA ASSUNÇÃO

A igreja de Peregrinação da Assunção de Maria é o símbolo da ilha. Ela foi construída no século XV, embora a ilha fosse habitada muito antes.  Ela foi reformada no século XVII, após danos causados por terremotos. Ela possui uma sinaleira de 54 metros de altura. Um da das lendas locais é que um desejo seu será realizado e você terá muita sorte se você tocar a campainha da igreja 3 vezes (não custa tentar, né? rssss)

CASTELO DE BLED

Esse castelo medieval romântico, fica em uma posição privilegiada, a 130 metros acima da água. O castelo tem mais de 1.000 anos, tornando-se o mais antigo castelo e um dos pontos turísticos mais visitados da Eslovênia.

Para chegar ao castelo é preciso fazer uma caminhada bastante íngreme, mas vale o esforço, pois a vista de lá é maravilhosa.

O Castelo realmente é uma fortaleza medieval, com torres e muralhas românticas e prédios renascentistas. Ele foi construído no século XI para fins de defesa, mas sofreu modificações e acréscimos ao longo dos séculos, de modo que a maioria do que vemos agora remonta ao século XVI.

Após subir, cheguei ao lugar onde se compra os tickets e comecei a visita. Na época (março de 2015), paguei 9 euros para entrar. Para ver os preços atuais, clique aqui.

Horários: O castelo está aberto o ano todo das 8h00 as 18h00 de novembro a março, das 8h00 as 20h00 de abril a junho, setembro e outubro e das 8h00 as 21h00 de julho a agosto.

Os edifícios do castelo estão dispostos em dois pátios ligados por escadas. Originalmente, o pátio superior era o edifício residencial e o inferior era para as “funções de trabalho” do castelo.

No andar inferior está a Graiska Tiskarna (oficina de impressão). Lá está uma impressora que demonstra o mesmo processo de impressão usado no século XIV. Ela é de madeira reconstruída e usada com papel artesanal e letras de chumbo armazenadas em maiúsculas e minúsculas.

O Museu Bled Castle fica no andar superior e tem uma exposição que descreve a história do lago e dos assentamentos locais. Encontrei também coleção de itens típicos como: armas, moedas antigas e achados arqueológicos.

A capela do castelo, que foi construída no século XVI, também fica no pátio superior e é dedicada ao bispo S. Albuin e St. Ingenuin.

De lá do andar superior, também tem-se uma vista panorâmica de todo lago e da ilha e Bled, que é de tirar o fôlego.

Do outro lado, no horizonte estão os picos nevados dos Julian Alps.

Além disso, há uma lojinha para compras de souvenires. Eu comprei um chocolate com frutas, delicioso e recomendo.

ŽUPNIJSKA CERKEV SV. MARTINA

Esta linda igreja neogótica é a igreja paroquial de St. Martin em Bled. Foi desenhada por Friedrich von Schmidt em 1905. Ela fica bem na descida do castelo.

MIRANTE OJSTRICA E MIRANTE MALA E VELIKA OSOJNICA

Sem dúvida, uma das vistas mais lindas do Lake Bled. As trilhas começam bem pertinho do Camping Bled.

A subida para Ojstrica leva cerca de 20 minutos, é curta, mas íngreme e oferece uma vista panorâmica  do Lago Bled. No lado sul de Velika Zaka, siga a trilha marcada para a floresta, onde, depois de alguns minutos a pé, chega-se ao caminho mais amplo, onde vira à direita. Siga o caminho para o pequeno vale e siga as indicações para Ojstrica à direita.

A subida para o Mala Osojnica levará cerca de 45 minutos ao longo de um caminho íngreme da floresta, e você precisará de 20 minutos para chegar ao topo da Velika Osojnica. A mais bela vista e populares do Lago Bled são de lá.
https://www.hribi.net/slika.asp?pot=290486

VINTGAR GORGE

O desfiladeiro de Vintgar fica a 4 km ao norte do lago, há 15 minutos do lago. O local foi descoberto por Jakob Žumer e Benedikt Lergetporer em 1891.

Pode-se chegar lá pelo Shuttle, que parte do terminal de ônibus, mas só e fornecido pela cidade durante o verão, com agências de turismo ou alugando um carro.

Ele tem 1,6 km de extensão. Passa pelo Rio Radovna, formando várias piscinas e cachoeiras pelo caminho. A maior parte do caminho é feito em pontes e passarelas através das rochas e o percurso leva em torno de 1 hora.

Horário: 8h00 as 18h00 de abril, maio e setembro, 7h00 as 19h00 de junho a agosto e das 9h00 as 16h00 outubro e novembro. Fechado de dezembro a março.

Infelizmente não estava na época de temporada (eu fui em março) e não consegui ir. (Sem dúvida, quero voltar para região para conhecer).

https://www.letsgoslovenia.si/wp-content/uploads/2016/11/Vintgar18.jpg

KREMNA REZINA (KREMSNITA)

Antes de terminar a viagem, lógico que quis experimentar uma fatia do famoso bolo de creme de Bled, conhecido como Kremna Rezina. É possível encontrar esse bolo em diversos cafés na região, mas ele se originou no Restaurante Park e Café em 1953. É feito de ovos, creme, leite e uma pequena quantidade de açúcar, consiste em camadas de massa folhada, creme e chantilly e depois coberta com glacê.  É realmente gostoso, mas eu ainda prefiro algo com chocolate.

https://en.wikipedia.org/wiki/Bled#/media/File:Bled_Cremeschnitte_(blejska_krem%C5%A1nita).jpg

Sem dúvida, Bled era um dos lugares que sonhava em conhecer. Realmente não me arrependi, é um dos lugares mais lindos da Europa Central. Para andar por lá, eu recomendo, como sempre, usar sapatos bem confortáveis e ir passeando com calma para conhecer tudinho.

FONTE:
https://en.wikipedia.org/wiki/Bled

 

Anúncios

Deixe uma resposta