Um passeio pela magnífica Mina de Sal de Wieliczka, na Polônia.

A Mina de Sal de Wieliczka foi inaugurada no século XIII como uma das mais antigas minas de sal da Polônia. Ao longo dos anos, mineradores locais cavaram mais de 350 Km de tuneis em 9 níveis, sendo que o menor de 327 metros abaixo do solo. Ela está na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO, desde 1978.

Uma parte da mina está aberta ao público através de visitas guiadas. Dos 350 Km, somente 3,5 km estão abertos aos visitantes (menos de 1% da extensão da mina). Existem 3 tipos de tour e a rota turística é a única que cobre todas as principais atrações, portanto, a recomendada para todos os visitantes. São 20 câmaras, situadas em 3 níveis, de 64 a 135 metros abaixo da terra.

O clima da mina favorece pessoas com doenças das vias respiratórias, portanto no 5º nível (211 abaixo da terra) foi criado um resort onde são tratadas as diversas alergias e a asma.

COMO CHEGAR

Peguei o trem, que partiu da estação Cracóvia Glowny para estação Wieliczka Rynek-Kopalnia. A viagem levou em torno de 20 minutos. Não paguei a passagem, pois estava incluída no Eurorail Global Pass que comprei ainda no Brasil.

A distância entre a estação e a Mina de Sal Wieliczka é de pouco mais de 300 metros e deve ser percorrida a pé, não dura mais que 10 minutos.

ENDEREÇO: ul. Daniłowicza 10, 32-020 Wieliczka, Polônia

A mina está aberta todos os dias das 07h30 as 19h30 e os preços dos ingressos são de 89 a 94 PLN (adulto) para passeios em idiomas estrangeiros. Há também uma taxa de 10 PLN para filmar ou tirar fotos quando estiver lá dentro.

Eu cheguei e comprei o ingresso na hora, mas há opção de comprar os ingressos online. Esperei o meu tour iniciar na área principal, pois cada tour inicia-se de 30 em 30 minutos. Fui recebida por uma guia, juntamente com o grupo de 25 pessoas. Todos nós recebemos um fone de ouvido  e um pequeno receptor para ouvir claramente as mensagens da guia durante o passeio. As visitas guiadas estão disponíveis em vários idiomas.

A rota turística inicia-se no Danilowicz Shaft, envolve ao todo cerca de 800 degraus e leva em torno de 3 horas.

MAPA DA MINA

A jornada subterrânea começa com 380 degraus no início, que levam os turistas até o primeiro nível da mina, situado a 64 metros de profundidade.

Os túneis subterrâneos que ligam as câmaras na Mina de Sal de Wieliczka tem vigas de madeira que sustentam elas. Com o passar do tempo essas vigas de madeira absorveram tanto sal que elas próprias se tornaram sólidas. Tudo é salgado, das paredes ao chão.

A guia nos mostrou diferentes exibições que retrataram como os trabalhadores construíram o local ao longo de centenas de anos. Pude ver as máquinas de mineração e as ferramentas que eram utilizadas para extração de sal.

COPERNICUS CHAMBER (Câmara Nicolau Copérnico)

O famoso astrônomo provavelmente visitou a mina no final dos anos 15, que é comemorado pelo nome da primeira câmara que visitamos. Foi fundada no século 18. Lá existem construções de madeira originais e é onde está a estátua de sal de Nicolau Copérnico. O sal-gema é naturalmente cinza em vários tons, de modo que as esculturas se assemelham ao granito não polido, em vez do aspecto branco ou cristalino.

JANOWICE CHAMBER (Câmara Janowice)

Situada ao lado da Câmara de Copérnico, há também algumas figuras de sal que ilustram uma das mais antigas, famosas e belas lendas da Mina de Sal de Wieliczka. Diz a lenda que, quando a princesa húngara Kinga se casou, recebeu como dote uma das minas de sal da região de Marmaros e lançou o anel de noivado na mina. Seu anel, junto com depósitos de sal, viajou milagrosamente para Wieliczka. A princesa Kinga ordenou cavar em um lugar particular da mina, no primeiro bloco de sal, e os mineiros encontraram seu anel. Desde então, o sal tem sido abundante na Polônia.

ST. ANTHONY’S CHAPEL (Capela Santo Antônio)

É a mais antiga capela da mina. Embora não seja enorme, a capela tem a nave, o altar principal e dois altares laterais menores. Sua arquitetura e as estátuas de sal de santos criam uma atmosfera incrível.

https://texaninprague.files.wordpress.com/2011/12/img_5140.jpg

SPALONE CHAMBER (Câmara Spalone)

Essa câmara recria os trabalhos perigosos das minas. Explosões de metano eram um grande perigo, esse gás se acumulava sob o teto da câmara e uma vez houve um incêndio que destruiu todas as construções de madeira.

SIELEC CHAMBER (Câmara Sielec)

Devido à falta de máquinas, os seres humanos e os animais fizeram a maior parte do trabalho nos tempos antigos. Na Câmara Sielec, os turistas podem ver uma coleção de dispositivos autênticos usados ​​para transportar sal em galerias subterrâneas. Nos tempos antigos, os mineiros usavam carrinhos de madeira, baús e trenós especiais para realizar seus trabalhos. Cavalos foram usados ​​para ajudar os mineiros no transporte de sal para o nível do solo.

CASIMIR THE GREAT CHAMBER (Câmara de Casimiro, o Grande)

Nessa câmara está a estátua do rei Casimiro, o grande, que governou no século XIV. O Rei Casimiro, o Grande desempenhou um papel importante na história da Mina de Sal Wieliczka. Ele emitiu o Estatuto das Salinas da Cracóvia, um ato que regulamenta o funcionamento das minas de sal.

PIESKOWA SKALA CHAMBER (Câmara Pieskowa Skala e Eixo de Kunegunda)

Nessa etapa, há algumas escadas muito antigas que levam ao próximo nível da mina e eram usadas pelos mineiros Wieliczka há séculos. Há uma exposição de alguns anões no poço de Kunegunda que apresenta o equipamento usado para a evaporação de sal. Eles são baseados em idéias tecnológicas conhecidas desde os tempos neolíticos.

HOLY CROS CHAPEL (Capela Santa Cruz)

A capela foi construída no século 19, como uma oferenda para salvar a mina de inundações. O equipamento da capela é muito mais antigo que a câmara, um belo crucifixo de madeira do século XVII.

ST. KINGA’S CHAPEL (Capela de São Kinga)

Sem dúvida, o lugar mais lindo da mina! A vista para quem está chegando é de tirar o fôlego. Há fabulosos candelabros feitos de cristais de sal e lampejos de luz no chão.

Esta capela foi construída no final do século 19. Seu interior a 100 metros da superfície da terra é o maior templo subterrâneo do mundo (com 54 metros de comprimento e 12 metros de altura).

A capela de São Kinga começou a receber forma em 1895 através das mãos de Józef Markowski. Seu irmão mais novo também trabalhou na capela e tem sido local de culto desde então. Porém, somente em 1936 a capela foi finalizada com a ajuda do terceiro mineiro e escultor Antoni Wyrodek.

Nela, encontrei uma cópia da famosa Última Ceia feita de sal e baixos-relevos, retratando cenas do Novo Testamento.

Lá também está uma escultura de sal do papa João Paulo II.

BARACZ CHAMBER (Câmara Baracz)

Essa câmara recebe o nome em homenagem a um dos antigos diretores da mina. Nela está um incrível lago salino de cor esverdeada. O lago contém mais de 300 gramas de sal por litro. Teve uma apresentação de luzes ao som de uma música de Fryderyk Chopin.

 MICHALOWICE CHAMBER (Câmara de Michalowice)

A estrutura dessa câmara surpreende!! Sua estrutura de madeira de 36 metros de altura é iluminada por um lustre de cristais de sal de 6 metros de altura e 3 metros de largura.

DROZDOWICE CHAMBER (Câmara Drozdowice)

Tem uma área útil é de 312 m2. É um lugar perfeito para realizar bailes, banquetes, recepções, exposições espetaculares e degustação para grupos de até 150 pessoas.

WEIMAR CHAMBER (Camara de Weimar)

Essa câmara é em homenagem a Johan Wolfgang Goethe, que visitou a mina uma vez (ele morava em Weimar). Há um belo e pitoresco lago salgado que pode ser visto da plataforma de observação especial. O jogo de luz e sombra na superfície da água e paredes de sal cintilantes criam uma combinação fantástica!

PITSUDSKI CHAMBER (Câmara Józef Piłsudski)

Essa câmara é em homenagem ao marechal e comandante militar, por isso tem uma grande escultura de Józef Piłsudski na parte superior, em traje militar cerimonial. Ela também tem suportes de madeira pintados de branco, muito parecido com o suporte da câmara de Michalowice. O que torna esta câmara diferente é que há uma piscina de água aqui, bem como um túnel que se conecta a outra câmara. Essa bonita gruta apresenta uma figura do século XIX de São João Nepomuceno, que se afogou no rio Vltava. Por causa da natureza de sua morte, ele é considerado um protetor contra as inundações. 

STARSZIC CHAMBER (Câmara de Stanislaw)

Essa câmara homenageia Stanisław Staszic que era um excelente geólogo. Esta sala distingue-se pela sua incrível altura chegando a 50 metros! Durante a Segunda Guerra Mundial, os alemães tiveram a ideia bastante incomum de localizar uma fábrica de montagem de aeronaves (ela estaria perfeitamente escondida de seus inimigos!), mas o projeto nunca foi concluído. É lá que está a estátua do Tesoureiro – o espírito carinhoso da mina.

Aqui pude verificar várias lojinhas, mas não comprei nenhuma lembrancinha. Acreditem!

WARSAW CHAMBER (Cãmara de Warsaw)

É considerada uma das principais camaras da mina de sal, destaca-se por suas grandes dimensões. Nela realizam-se cerimonias de casamento e de outros eventos.

https://www.flickr.com/photos/31068574@N05/15625066403

ST. JOHN CHAPEL (Capela São João)

A última câmara que vou mencionar é a a Capela de São João.  É um belo e histórico santuário de adoração dos mineiros de Wieliczka. A capela está localizada há 135 metros de profundidade e é decorada com pinturas de parede coloridas. Lá está a escultura do Cristo crucificado do século 18.

De lá, nos dirigimos para saída. Tive de esperar em uma fila para entrar em um elevador minúsculo, velho, escuro e com uma super velocidade que nos levou até a parte superior da mina. Eu simplesmente detestei, apesar de não ser claustrofóbica.  Ao sair, vi que estava em um lado completamente diferente da cidade, mas também, de fácil acesso para chegar a estação de trem e voltar para Cracóvia.

Apesar dessa última parte, sem dúvida recomendo a visita à mina. Realmente foi um dos lugares mais incríveis que já visitei.

DICAS:
– Chegar cedo, pois a fila é grande em épocas de temporada.
– Levar uma jaqueta quente, pois a temperatura fica entre 14 e 16 graus.
– Vá com um sapato confortável, pois você percorrerá cerca de 3 km subindo e descendo.
– E, sem dúvida, não use uma touca tão feia como a minha. kkkkkk

FONTE:
https://en.wikipedia.org/wiki/Wieliczka_Salt_Mine

 

 

 

10 comentários sobre “Um passeio pela magnífica Mina de Sal de Wieliczka, na Polônia.

  1. sandra barone 19 de agosto de 2019 / 19:01

    Que demais esse passeio! Simplesmente amei. Mais um motivo para visitar a Polônia que já quero tanto!!!!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lulu Freitas 20 de agosto de 2019 / 12:53

    Incrível essa mina de sal de Wielickza. Eu visitei a Catedral de Sal da Colômbia e lá falaram sobre essa mina de sal, foi quando ouvi falar pela primeira vez. Ótima descrição do passeio, me senti lá com você 🙂

    Curtir

    • Vanessa Orfao 20 de agosto de 2019 / 16:44

      Que legal que gostou, fico feliz! E essa catedral de sal da Colômbia é um dos lugares que já estou me programando para ir também. Vou aceitar dicas 🙂 Bjocas

      Curtido por 1 pessoa

  3. Jeniffer Costa 20 de agosto de 2019 / 13:46

    Essa mina é muito grande! Quanta história em um só lugar! Amei e já quero conhecer Polônia.

    Curtido por 1 pessoa

    • Vanessa Orfao 20 de agosto de 2019 / 16:42

      Jeniffer! Sem dúvida, não vai se arrepender. A Polônia é linda e tem muitas histórias. Bjs

      Curtir

  4. Raianne Fernandes 22 de agosto de 2019 / 19:42

    Meu sonho é ir na Polônia, mas queria ir no natal.Já anotei a dica do passeio e a Mina de Sal de Wieliczka vai estar na minha lista de passeios.

    Curtido por 1 pessoa

    • Vanessa Orfao 22 de agosto de 2019 / 23:07

      Raianne! Eu imagino que a Polônia no natal deve ser maravilhosa! Depois me conta como foi nessa época, vou adorar saber. E sim, coloque na sua lista de passeios, sem dúvida, não vai se arrepender. Bjs

      Curtir

  5. Michelle 22 de agosto de 2019 / 22:15

    Esse é um passeio bem diferente, muito bonita a mina de sal, deu vontade de conhecer.

    Curtido por 1 pessoa

    • Vanessa Orfao 22 de agosto de 2019 / 23:06

      É sim, Michelle! Um passeio diferente e bem legal. Super recomendo. Bjocas

      Curtir

Deixe uma resposta para Jeniffer Costa Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.