Conhecendo o The Beatles Story Exhibition

The Beatles Story é a maior exposição permanente dedicada à vida dos Beatles, o famoso grupo britânico. O museu triplicou de tamanho desde 2008 e consegue proporcionar ao visitante a mais emocionante experiencia. O museu foi fundado em 1990 e em todos os anos o museu recebe cerca de 300.000 visitantes. Se você é um fã da banda, esse é o lugar certo para visitar.

O museu está localizado na Albert Dock, considerada Patrimônio Mundial da UNESCO. Está há 20 minutos da Liverpool Lime Street Train Station. Todas as rotas de pedestres até lá são super bem sinalizadas.

É aberto diariamente das 10h00 as 18h00. Na época paguei um pouco menos, mas o valor da entrada atualizado é de £ 16,95.

Além de diversos idiomas, podemos encontrar o audioguia em português, que fornece detalhes fascinantes enquanto vamos explorando cada detalhe do museu. Uma curiosidade é que o audioguia em inglês é narrado pela irmã de John Lennon, Julia,

O museu também tinha uma exposição dedicada ao Elvis Presley, devido a sua influência sobre os Beatles, mas eu não visitei essa parte.

Existem diversos locais para serem exploradas dentro do museu.  Ele segue a vida dos Beatles através de sua adolescência, o primeiro empresário da banda, suas turnês pelos diversos países, terminando com o seu rompimento e carreira solo.  Um verdadeiro retorno aos anos 60

Existem réplicas dos escritórios originais e do estúdio de gravação.  Cada sala do museu tem objetivo de replicar uma localização específica e contar a história da banda.

Um dos pontos que mais gostei do museu foi a réplica do o Cavern Club, onde os Beatles se apresentaram pela primeira vez em 1961. Todo o palco e bar é reproduzido nos mínimos detalhes.

Há também a réplica do Abbey Road, um dos lugares que dá para tirar uma foto clássica.

Cópias originais de suas letras escritas a mão para músicas icônicas também podem ser vistas no museu, assim como uma vasta coleção de mercadorias autografadas.

Com todos os tipos de salas e mostruários aleatórios da história dos Beatles, outra que me chamou atenção foi uma simulação do jato particular dos Beatles. Eles foram uma das primeiras bandas de celebridades a ter um jato particular.

Outra parte que eu destaco é a sala do submarino amarelo, pois podemos ter a chance de vivenciar a experiência de um como seria estar dentro dele.

Há uma sala dedicada ao Sgt Pepper que inclui as réplicas exatas dos ternos usados ​​na capa do álbum.  Está foi a capa do álbum original com um guia para os rostos famosos, bem como uma versão alternativa que não foi usada.

No museu também tive a oportunidade de ver artefatos famosos, incluindo um par de óculos de John Lennon e também a primeira guitarra de George Harrison.

Por último, mas não menos importante, há uma seção dedicada à carreira de cada integrante da banda, inclusive uma sala branca, com piano de John Lennon com a sua letra mais famosa, Imagine, escrito através das paredes.

O piano foi o último e mais famoso, inclusive onde John Lennon escreveu Imagine.

No fim do tour, a lojinha é um paraíso para os fãs dos Beatles comprarem lembrancinhas diversas da banda.

Acredito que as pessoas que criaram o museu fizeram um belíssimo trabalho recordando a história dos Beatles. Eu realmente adorei a visita.

Fonte:
http://www.beatlesstory.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.